quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Família inventa moto agrícola em Canindé

A história da família de oito filhos, moradora do assentamento Vida Nova Transval, em Canindé, se mistura à da seca cearense. Isso porque, apesar de fazer “de tudo um pouco”, o patriarca da família ainda conduz com os dois filhos homens a plantação de feijão, macaxeira e milho. Dependendo há anos de inverno bom, e com as dificuldades de abastecimento, veio a ideia de trocar o trator utilizado pela comunidade por uma moto. A máquina agrícola pensada pelo filho, Antônio Tiago Souza dos Santos, 26, é mais econômica, agride menos o solo e ainda pode ser utilizada por qualquer pessoa - “seja jovem ou idosa”, garante ele.

À primeira vista, a "motocultivadora" lembra um triciclo, pois tem dois grandes pneus acoplados em sua traseira. O diferencial fica justamente por conta da grade de ferragens afiadas, que servem para preparar e arejar a terra, garantindo maior absorção de água. Um trabalho que o trator do assentamento gastaria oito litros de diesel, por hectare, é feito com apenas dois litros de gasolina pela 'engenhoca’. O que equivale a uma economia de R$ 19,12, pelo preço da gasolina (R$ 4,04) em relação ao diesel (R$ 3,40) no município cearense - dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis de 24/09 a 30/09.

“Quando eu entrei na faculdade para fazer Engenharia (Civil), fiquei meio sem conseguir ajudar meu pai nessa questão de trabalho braçal, com a lida no campo. Tinha que passar o dia estudando, saía daqui 14 horas da tarde e chegava (de volta) em Canindé às 2h da manhã”, lembra Tiago. A rotina desgastante de estudos em Fortaleza acabou trazendo uma ideia, quando o rapaz fazia estágio em uma fábrica de cerâmica da cidade. Foi lá que o inventor viu uma carroça acoplada em uma moto e percebeu a oportunidade de adaptar uma cultivadora no veículo.

Em 2015, com o irmão Francisco Cleiton dos Santos, 32, e o pai, Aloísio Germano dos Santos, 57, comprou uma moto por R$ 1300. A experiência de mecânica ensinada pelo pai serviu para eles montarem o equipamento manualmente, mas devido à seca, o plano foi testado de fato este ano. “Não adulterou quase nada na característica da moto, pode tirar a cultivadora e usar a moto normal. No finalzinho do ano, a gente quer montar logo a plantadeira, porque assim que terminar de preparar a terra começa a plantar. A diferença é porque a cultivadora prepara a terra, e o plantador já é para jogar as sementes. Queremos a máquina para quatro funções: preparar a terra, plantar, pulverizar e para trazer os alimentos para casa (em uma carroça acoplada) ”, frisa Tiago.

Entre os filhos de Aloísio, há uma filha formada em Artes, uma médica, uma técnica de enfergamem e uma jornalista. Tiago teve que parar o curso de Engenharia Civil porque ficou doente, mas pretende retomar a formação. O irmão Cleiton trabalha como motorista, mas também sabe, assim como Tiago, o ofício de pedreiro. Juntos, os três construíram a casa onde a família mora. A mãe, Raimunda Sousa dos Santos, 57, já foi professora de ensino primário e também é dona de casa.


Peleja
As condições de trabalho na agricultura familiar são marcadas pela resistência do corpo, esperança de chuva e também aposta de captação de água. Este ano, Aloísio e os filhos cavaram dois poços nos hectares de terra deles na Agrovila - com 60 e depois 108 metros de profundidade. Gastaram R$ 14 mil que juntaram com dificuldade, mas deu "poeira" (sem condição de puxar água) .

"Eu tava vendo que ia perder as plantas lá, que eu já tinha perdido umas laranjeiras, goiabeiras, umas coisas assim, mangueira. Aí fui e disse: rapaz, 'vamo' ver se nós cavamos um poço. Só que deu errado... tá bom, né", diz o patriarca encerrando a entrevista, quando fica emocionado. Antes de lembrar os poços, o agricultor, mestre de obras e motorista conseguiu contar sobre a trajetória desde a chegada no assentamento, em meados de 1996.

Ele fala de quando, anos atrás, teve prejuízo de cerca de R$ 50 mil com um veículo comprado para transportar alunos. "Trabalhava carregando os alunos, mas infelizmente o pior foi isso aí. A gente trabalhava na intenção de receber, e eles enganavam a gente. Uma pessoa de família, que entra num negócio desses. Só dá se for pra classe deles lá, que vive da política, que na política tem para ‘tudo enquanto’, né. Onde é essa justiça que ainda existe, que eu não conheço? Os que colocaram na Justiça, hoje não receberam nada. Não vale a pena, deixa lá, porque eles não pagam porque não querem pagar, porque o recurso tem", disse.

Mesmo naquela época de falta de pagamento e trabalho no roçado - o qual nunca largou-, encontrava tempo para trabalhar de graça na construção da capela de Santo Expedito, dentro do assentamento. "Nós estamos amurando agora, devagarzinho. Eu faço parte da religião, mas não sou fanático. Eu vou à missa e tudo mais, não sou contra quem vai, e digo que o bom é a gente ter Deus, nosso superior".

Antes de 2009, a comunidade chegava a produzir três mil sacas de milho, por exemplo, conforme Aloísio. Em seu roçado, conseguia uma média anual de 120 sacas, quantidade que diminuiu gradativamente com a seca. A produção de milho da comunidade inteira despencou para 300 sacas, com algumas famílias sequer conseguindo debulhar o milho. "E aqueles que não usaram o trator não produzem é nada, plantaram muito, mas a terra ficou muito ácida, dura, porque a água parece que não penetrava. Eu mesmo cheguei a produzir ano passado, se eu não me engano, 26 sacas de milho. Esse ano, não bati todas, porque ‘tava’ tirando para dar aos animais a espiga, com palha. Acho que esse dá umas 20 sacas”.

Expectativa

"Aí eles inventaram de fazer essa engenhoca aí, parece que tá dando certo", aponta Aloísio quando observa os filhos, durante a demonstração da ''motocultivadora''. "A gente não tinha condição de ir para oficina, a gente mesmo que montou uma oficina. Comprou chave, equipamentos, e a gente foi fazendo aos poucos. Desenvolvemos uma artimanha da mecânica do carro, das máquinas", explica Tiago.

Com a ''motocultivadora'', além da economia de combustível, a dupla de irmãos comemora vantagens de tempo e dinheiro com serviços extras. A limpeza de um terreno exigia da família a contratação de duas pessoas, com diárias de R$ 50 cada - uma atividade que poderia durar dois dias. "E não dava a produção que a moto dá para limpar o chão e afofar aterra. (A máquina) fez em 20 minutos, não gastamos nem R$ 3. Não precisa ficar correndo atrás de gente, porque é difícil essa mão de obra boa ter tempo", frisa o inventor.

Com um advogado amigo da família, Tiago já iniciou alguns processos para patentear sua máquina, que já lhe rendeu mais tempo para voltar aos estudos. “O pessoal aqui ficou um pouco surpreso, porque é uma inovação. O pessoal só crê no que vê, mas acho a partir do próximo ano vão surgir algumas encomendas”, comenta. Com Cleiton, ele estima que uma nova motocultivadora seja produzido em até 30 dias.

Fonte: O Povo



Procissão de encerramento dos festejos de São Francisco reúne milhares de fieis em Canindé

Quando Francisco de Assis dedicou sua vida ao amparo espiritual do seu povo também passou a proteger os animais e, no seu caminho religioso, ainda se tornou símbolo da humanidade. O jovem de família nobre da Itália antiga não imaginava, porém, um dia ser seguido por uma multidão quase infinita de devotos.

E todos os anos, nos últimos 200, esse momento se concretiza em Canindé, que pela grandeza da fé do povo nordestino, dos romeiros, se tornou o recanto da maior romaria da América Latina. Neste ano, mais de 50 mil fiéis participaram da procissão de São Francisco nesta cidade do Interior do Ceará.

Louvores
"Viva São Francisco! Viva São Francisco!" Sob as badaladas na torre da Basílica, uma multidão de romeiros começava a dar os primeiros passos acompanhando a imagem do Santo em procissão pela cidade. Idosos, jovens, crianças, ricos, pobres, pareciam acolhidos pelos braços do padroeiro, que se tornou símbolo da esperança sertaneja.

Essa história começou no ano de 1775, quando o sargento-mor português Francisco Xavier de Medeiros deu início à construção da capela dedicada a São Francisco das Chagas, próximo às margens do Rio Canindé. As obras foram interrompidas logo depois, até 1793. Somente em 1796 foi inaugurada. Na ocasião o capitão Jerônimo Machado trouxe de Portugal uma imagem grande do santo protetor, mas, naquela época, já era venerada em Canindé a imagem primitiva, conhecida como "São Francisquinho". Ainda hoje é conduzida solenemente na tradicional procissão de 4 de outubro.

Convocação
O pároco reitor, frei Marconi Lins, voltou a lembrar aos fiéis o tema da festa deste ano, "Francisco, restaura a minha igreja!" A mensagem metafórica parece ter sido ouvida. A contar pelo número de romeiros, praticamente o dobro em relação ao ano anterior. Parte dos visitantes atribuiu o aumento de devotos à conformação da proibição dos paus-de-arara, como são conhecidos os caminhões adaptados para o transporte de passageiros. Um exemplo foi a caravana de Codó, do Maranhão. Mais de mil viajaram em 21 ônibus até Canindé.

Outros relacionaram a invasão de romeiros, ainda na véspera do feriado em Canindé, dia do seu padroeiro, ao retorno das chuvas na quadra invernosa deste ano. Apesar de ainda escassas em algumas regiões, foram suficientes para aliviar a escassez de água na cidade, que até meados de março ainda enfrentava racionamento e era abastecida por poços profundos e carros-pipa.

Segundo a Paróquia Santuário de Canindé até o encerramento do ciclo de romarias, de agosto a fevereiro, aproximadamente 1,5 milhões de devotos terão visitado a cidade. As romarias, iniciadas no dia 24 de agosto passado, continuam até 3 de fevereiro, Dia do Romeiro, citou frei Marconi Lins no encerramento dos festejos de São Francisco, anunciando a data para o próximo ano, de 24 de setembro a 4 de outubro. O tema será "Senhor, faz-me instrumento de vossa paz". Em seguida foi surpreendido com os parabéns coletivo dos romeiros, acompanhado de um foguetório. O pároco nasceu no dia dedicado a São Francisco.

Apesar de a procissão ser o ponto alto do encerramento, hoje ainda tem o descerramento da Bandeira, ao meio-dia.

Fonte: Diário do Nordeste


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Bandidos arrobam prédio da prefeitura de Canindé e tentam arrombar casa de juiz

O prédio da prefeitura de Canindé, foi violado na madrugada desta quarta-feira (04), onde todas as salas da prefeitura tiveram portas arrombadas e objetos levados no final da ação delituosa.

A ação foi percebida somente no meio da manhã, tendo em vista que hoje é feriado no município, onde é comemorado o dia de São Francisco, padroeiro da cidade. Funcionários ao chegar na prefeitura notaram algumas portas violadas e ao conferir, foi constatado que, todas a portas foram arrombadas, inclusive a sala do gabinete da prefeita e a sala de licitação.

Os autores da ação, que ainda não foram identificados, violaram documentos na sala de licitação, mexeram em computadores e impressoras e violaram quase todos os móveis existentes no prédio. Eles usaram uma flanela para não deixar impressões digitais.

Os bandidos levaram um aparelho televisor, e um levantamento está sendo feito para verificar se mais alguma coisa foi levada pelos meliantes. 
 
A polícia investiga o caso, mas até o momento ninguém foi preso.

Também na madrugada desta quarta-feira, bandidos tentaram arrombar a casa do Juiz titular da 1ª Vara da Comarca de Canindé, Dr. Antonio Josimar, Almeida Alves, mas sem sucesso. As imagens de uma câmera de segurança que flagrou toda a ação, foram enviadas para a Polícia. A suspeita é que sejam os mesmos que atacaram o prédio da prefeitura. 








Durante festejos governador anuncia requalificação do corredor religioso de Canindé

O governador Camilo Santana anunciou na noite desta terça-feira (3), durante as comemorações em homenagem a São Francisco das Chagas, em Canindé, as obras de requalificação do corredor religioso do município. O projeto, que está em processo de licitação, conta com investimento de mais de R$ 4,5 milhões do Governo do Ceará. Os festejos serão encerrados hoje na cidade, Dia de São Francisco.

“Vamos dar ainda este ano a ordem de serviço para o início das obras do corredor religioso de Canindé. Estamos licitando toda a urbanização do corredor, que é grande centro turístico-religioso. Essa é uma obra importante para receber ainda melhor os turistas de todo o Nordeste que vêm a Canindé todos os anos acompanhar os festejos”, disse o governador Camilo Santana, que participou da procissão, iniciada na Basílica, até a Praça dos Romeiros, onde foi realizada a última novena dos festejos de 2017. A celebração, realizada pelos freis Marconi Lins e Sérgio Moura, reuniu mais de 70 mil pessoas.

Em 2017, a Paroquia de São Francisco das Chagas, que abriga o maior santuário franciscano das Américas, comemora 200 anos de fundação. “Essa é uma das maiores festas religiosas do Brasil e que, a cada ano, vê o número de visitantes crescer. Isso mostra a esperança das pessoas na palavra de Deus e no exemplo do que representa São Francisco, que sempre lutou pelos mais necessitados”, citou o governador.


O corredor religioso do município é composto pela Basílica de São Francisco das Chagas, Estátua de São Francisco, Praça do Romeiro, Convento de Santo Antônio, Casa dos Milagres e Via Sacra do Monte. A obra é de responsabilidade da Secretaria das Cidades.

Também estão inseridas no projeto a urbanização da área que circunda a Igreja Nossa Senhora das Dores, compreendendo a execução de piso pré-moldado, atendendo as normas de acessibilidade, instalações, paisagismo, estacionamento para carros e motos. Além disso, será aberta uma via chamada Rua Nova do Convento, compreendendo serviços de contenções, piso pré-moldado e piso rústico.





terça-feira, 29 de agosto de 2017

Inscrições são validadas e quase 2 mil pessoas vão fazer prova teórica da CNH Popular em Canindé

As inscrições de candidatos à Carteira Nacional de Habilitação, em Canindé, foram encerradas no último sábado (26). O programa CNH Popular, do Governo do Estado, em parceria com o município, mobilizou mais de 15 mil pessoas, que fizeram a pré-inscrição na internet.

Nos três dias de atendimento, que aconteceu no Centro Social Urbano (CSU), compareceram cerca de 5 mil pessoas. Quase 2 mil tiveram as inscrições validadas. As provas teóricas serão aplicadas em breve.


O Governo do Estado, através do DETRAN, atendeu pedido da Prefeitura de Canindé, com o apoio do deputado estadual João Jaime, para enviar a comissão da CNH Popular para a cidade, com o intuito de garantir a emissão do documento para pessoas de baixa renda. 


quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Queda nas receitas e confisco de 1 milhão de reais fazem prefeitura de Canindé atrasar salários

O atraso no pagamento dos salários dos servidores municipais de Canindé, motivo de reclamações nos últimos dias, ganhou uma explicação nesta quarta-feira. De acordo com a prefeita Rozário Ximenes, a crise financeira enfrentada pelo país, além da redução das receitas e até o confisco de dinheiro do município, para pagamento de dívidas de gestões anteriores, ajudaram a causar o problema. Em nota, a gestora pediu compreensão e confiança da população. 

Acompanhe o documento na íntegra:

"Amigos canindeenses, nos últimos dias tenho me deparado com uma série de ataques, insultos e injúrias com relação aos pagamentos dos salários dos servidores municipais, principalmente da Educação.
Mas, como tudo na minha vida, gosto de agir com transparência e sempre esclarecendo os fatos. Venho aqui abordar alguns pontos importantes. A verdade é que Canindé, assim como o Brasil, enfrenta uma séria crise financeira, fruto de irresponsabilidades dos gestores passados. Mas não quero aqui falar do passado, afinal, o estrago que poderiam fazer, já o fizeram. Quero aqui falar do presente e mostrar os motivos que tem nos levado a não honrar em dia os vencimentos dos nossos servidores.
É de conhecimento de todos que, ao entrarmos no governo municipal, tivemos que pagar os salários atrasados de novembro e de dezembro, ainda de 2016. Já em 2017, concedemos aumentos salariais aos servidores de 4,5%, bandeiras levantadas e negociadas pelo Sindicato dos Servidores. Além disso garantimos aumento de 5,5% para a Educação e 3% aos servidores da Saúde, que haviam paralisado suas atividades e não poderíamos deixar a saúde parada no município.
Além disso, sofremos, a partir de junho, com uma drástica queda nas receitas e o confisco de mais de 1 milhão de reais das contas do município.
Mensalmente, os salários dos servidores municipais consomem mais de 6 milhões de reais dos cofres municipais. Uma conta altíssima que somente com os repasses estaduais e federais é possível ser efetivado. Sendo que, neste mês, já foram pagos mais de 3,8 milhões aos servidores da Educação Municipal.
Enfim, espero que os canindeenses compreendam o momento de dificuldade, mas que possam confiar em nosso trabalho. A quem duvidar das informações e da forma transparente que estou agindo, as portas da Prefeitura estão abertas e principalmente as contas, para mostrar que a realidade financeira de um município do Sertão nordestino não é como a maioria pensa.

Um abraço e obrigado por toda atenção!"

Rozário Ximenes - Prefeita de Canindé

terça-feira, 25 de julho de 2017

Perdão de Assis é comemorado no próximo dia 02 de agosto

No próximo (02) de agosto, a Paróquia de São Francisco comemora a festa do Perdão de Assis. Neste dia, em todas as igrejas franciscanas, é celebrado a Indulgência da Porciúncula.

A origem desta graça está ligada à história da pequena Porciúncula, dentro da Basílica Santa Maria dos Anjos, em Assis, na Itália.

Além das celebrações eucarísticas e procissão, a paróquia aproveitou a data para divulgas o cartaz e outros materiais de divulgação da Festa de São Francisco das Chagas 2017, que terá como tema “Francisco, restaura minha Igreja!”, com coletiva de imprensa marcada para às 16h.

O perdão de Assis também marca o início do ciclo de romarias, que se intensificam e mantêm-se fortes até o mês de fevereiro, onde é encerrado nas comemorações do dia do Romeiro. Os romeiros e devotos que não puderem comparecer ao Santuário nessa data, poderão acompanhar a transmissão da Santa Missa através do site do Núcleo Televisivo do Santuário (NTS) às 18h.

Confira a programação completa:

6h – Santa Missa na Basílica

9h – Celebração na Basílica com a Ordenação Presbiteral dos frades: Frei Francisco Rogério, de Mossoró-RN, e Frei Ricardo, de Campo Formoso-BA. Celebrante: Dom Frei Beto Breis, OFM.

16h – Coletiva de imprensa na Basílica e lançamento do Cartaz e outros materiais de divulgação da Festa de São Francisco das Chagas 2017.

17h30 – Procissão com a imagem de Nossa Senhora dos Anjos, saindo da Igreja das Dores.

18h – Missa Festiva na Basílica, transmitida na internet, pelo Núcleo Televisivo do Santuário.

CONFISSÕES

7h ás 11h e das 14h ás 17h, no Complexo Confessional São Damião.

segunda-feira, 24 de julho de 2017

General Sampaio tem o maior índice de chicungunya no Brasil

General Sampaio, está entre os municípios de até cem mil habitantes com a maior proporção de suspeitas de chikungunya no País. Segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, a cidade, de cerca de seis mil habitantes, teve 346 casos suspeitos de 1º de janeiro até o dia 13 de maio - os dados mais recentes disponíveis. Isso representa uma taxa de cerca de cinco mil casos para cada cem mil habitantes, medida utilizada pelo documento. O valor é o dobro do segundo colocado, São Raimundo das Mangabeiras, no Maranhão, que, apesar de 476 suspeitas, tem um total maior, tem uma taxa pouco mais de dois mil casos para cada cem mil habitantes. 
 
Outros dois municípios cearenses são listados pelo Ministério no ranking de até cem mil habitantes. Acarape teve 357 casos até o dia 13 de maio, com uma taxa de 2,1 mil casos para cada cem mil habitantes. Já Reriutaba teve 359 casos suspeitos, com uma 1,9 mil casos para cada cem mil habitantes.